Corpo de bombeiros Militar do estado do Rio de Janeiro

Noventa bombeiros militares do Rio de Janeiro são condecorados pela atuação no Rio Grande do Sul​

Noventa bombeiros militares do Rio de Janeiro são condecorados pela atuação no Rio Grande do Sul

Homenagem ocorreu no Quartel General do Corpo de Bombeiros no Centro do Rio de Janeiro

A pedido do governador Cláudio Castro, os 90 militares do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro que integraram a missão de apoio ao Rio Grande do Sul, receberam, nesta quarta-feira, 22 de maio, a medalha Mérito da Defesa Civil e a condecoração Mérito Força e Coragem.

Com a presença da primeira dama, Analine Castro, a homenagem em gratidão aos militares ocorreu no Quartel General do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio, após a delegação retornar depois de 15 dias em campo, resgatando cerca de 200 pessoas e 70 animais afetados por conta das chuvas que atingiram o Sul do país. 

 O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro é um orgulho para nós fluminenses e também para o Brasil. Prestamos a nossa mais sincera gratidão à dedicação e o comprometimento desses militares e civis que se arriscaram e tão bem representaram os valores que norteiam a nossa gestão e sentimento de solidariedade nessa tragédia sem precedentes no Rio Grande do Sul – afirmou o governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.

Trabalho especializado no Sul

O Corpo de Bombeiros atuou por terra, água e ar na busca e no salvamento de vítimas. A força-tarefa contou com especialistas em desastres, em busca e resgate com cães, guarda-vidas, mergulhadores, operadores de embarcações, pilotos, tripulantes operacionais, profissionais da área de saúde, além de agentes da Defesa Civil Estadual.

O cão farejador Rio também integrou a delegação, indicando vários pontos de interesse e otimizando o trabalho das equipes que atuavam em cenários de deslizamentos de terra na Serra Gaúcha.

– Não há distância ou obstáculos que nos impeçam de agir quando alguém precisa de socorro. Na lama, no frio, no vento, na chuva, nas condições mais adversas, estaremos sempre lá. Com força e coragem. Com garra e esperança. Incansáveis. Imparáveis. No cumprimento da missão. Para proteger e salvar – afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Valor do treinamento e das tecnologias

A Operação contou com o apoio de duas aeronaves da corporação, que auxiliaram nos resgates, no transporte de tropas, de equipamentos e medicamentos. Quinze embarcações do CBMERJ foram utilizadas no socorro às vítimas em áreas que apresentavam alagamentos e inundações, por conta do rompimento de diques e barragens.

Os recursos do CBMERJ também incluíram 2 caminhões, 1 ônibus e cerca de 200 materiais operacionais de salvamento.  Para o Tenente Juan Araújo, que serviu no município gaúcho de Bento Gonçalves, relata o quanto a capacitação técnica promovida pelo Corpo de Bombeiros do Rio foi fundamental para obter sucesso no salvamento da população afetada.

– Mesmo não conhecendo o território do Estado do Rio Grande do Sul, a gente conseguiu utilizar todas as ferramentas que a gente trabalha como estrutura e de curso. Em relação às técnicas e táticas de desastre, a gente conseguiu colocar tudo em prática, inclusive com alguns alunos que selecionamos para que pudessem colocar a técnica adquirida em prática – destacou.

 

Foto: Ricardo Cassiano/CBMERJ

 

Governador Cláudio Castro reforça a frota do Corpo de Bombeiros RJ com a compra de caminhões de incêndio importados da Espanha

Governador Cláudio Castro reforça a frota do Corpo de Bombeiros RJ com a compra de caminhões de incêndio importados da Espanha

Viaturas de última geração, com tecnologia única no país, chegaram nesta segunda-feira (20.05) no Porto do Rio

⁣⁣O governador Cláudio Castro está reforçando a frota do Corpo de Bombeiros RJ com a compra de 40 novos caminhões de combate a incêndio do tipo Auto Bomba Tanque (ABT), importados da Espanha, para o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ). As primeiras 10 viaturas de última geração chegaram nesta segunda-feira (20.05) no Porto do Rio e contam com inovações tecnológicas únicas no país, que garantem ainda mais agilidade e segurança nas operações.

A principal novidade nos veículos é a presença de um canhão automático de combate a incêndio, que pode ser operado de dentro da cabine do motorista, por meio de um controle remoto, mesmo com o veículo em movimento.

Assumi o governo com o objetivo de transformar o Corpo de Bombeiros do Rio no mais moderno do país e hoje posso dizer que cumpri essa missão. Já investimos mais de R$ 1 bilhão na corporação, com a compra de equipamentos de última geração, ferramentas para a prevenção de desastres e valorização dos agentes. Trabalhamos para proteger vidas, combatendo incêndios, prevenindo e resgatando quem precisa. Essa é mais uma aquisição determinante para a continuidade do sucesso do trabalho dos nossos heróis – disse o governador Cláudio Castro.

Os caminhões também são dotados de câmera térmica, ventilador turbo para incêndio, motobomba portátil, holofote para operações noturnas, lanternas de combate a incêndio anti-explosão, gerador portátil de energia, detector multigases, entre outros 70 materiais para combate a incêndio e salvamento.

Os veículos ainda contam com um tanque com capacidade para 5 mil litros de água, impulsionado por uma bomba com capacidade de 4 mil litros por minuto.

–  Recebemos os 10 primeiros de um total de 40 veículos que serão entregues, ainda este ano, para reforçar o combate a incêndios no Estado do Rio de Janeiro – contou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

 

Defesa Civil Estadual RJ reforça apoio ao Rio Grande do Sul⁣⁣

Defesa Civil Estadual RJ reforça apoio ao Rio Grande do Sul⁣⁣

⁣Neste domingo (19.05), mais uma equipe de agentes da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro chegou ao Rio Grande do Sul para apoiar as ações de resposta às chuvas que assolam a região SUl do país. ⁣⁣

⁣⁣No sábado (18.05), os agentes estiveram no Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), em Brasília, para unir esforços com o Grupo de Apoio a Desastres da Defesa Civil Nacional. ⁣⁣

⁣⁣A Defesa Civil Estadual do Rio de Janeiro vai auxiliar os municípios afetados na elaboração de planos de trabalho para a reconstrução de pontes, unidades habitacionais e outras infraestruturas públicas danificadas. Também fornecerão orientações sobre a utilização das verbas de resposta já disponibilizadas, garantindo que os recursos sejam aplicados de forma eficaz e rápida para o restabelecimento das áreas atingidas.⁣⁣

⁣⁣A Sedec-RJ vem auxiliando os municípios do Rio Grande do Sul na gestão local da crise, por meio da instalação do Sistema de Comando de Incidentes (ICS), da Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA), dos Estados Unidos, na cidade de Roca Sales.⁣

Força-tarefa nas operações no Sul ⁣

Desde o início do mês, a Secretaria de Estado de Defesa Civil do Rio de Janeiro já enviou uma força-tarefa composta de 90 militares para o Rio Grande do Sul, com especialistas em desastres, em busca e resgate com cães, guarda-vidas, mergulhadores, operadores de embarcações, pilotos, tripulantes operacionais e profissionais da área de saúde.⁣

O cão farejador Rio também integrou a delegação, indicando vários pontos de interesse e otimizando o trabalho das equipes que atuavam em cenários de deslizamentos de terra na Serra Gaúcha.⁣

A operação contou com o apoio de duas aeronaves da corporação, que auxiliaram nos resgates, no transporte de tropas, de equipamentos e medicamentos. Quinze embarcações do CBMERJ foram utilizadas no socorro às vítimas em áreas que apresentavam alagamentos e inundações, por conta do rompimento de diques e barragens. Os recursos do CBMERJ também incluíram 2 caminhões, 1 ônibus e cerca de 200 materiais operacionais de salvamento. ⁣

A delegação passou 15 dias em campo, resgatando cerca de 200 pessoas e 70 animais afetados por conta das chuvas que atingiram o Sul do país.⁣

O CBMERJ atuou por terra, água e ar na busca e no salvamento de vítimas.

 

Defesa Civil Estadual chega ao Rio Grande do Sul para auxiliar na gestão de crise⁣​

Defesa Civil Estadual chega ao Rio Grande do Sul para auxiliar na gestão de crise⁣

Em resposta aos recentes desafios enfrentados por alguns municípios riograndenses afetados pelas chuvas, enchentes e inundações, que afetaram quase todo o estado, a Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro está atuando em alguns municípios gaúchos, auxiliando as defesas civis locais com a implementação de diversas ações. ⁣

Os agentes do Rio chegaram ao estado gaúcho na última sexta-feira (10.05), para acompanhar as ações desenvolvidas em alguns municípios riograndenses, em seus gabinetes de crise.⁣

Uma das medidas estratégicas para otimizar a gestão local da crise, foi a instalação do Sistema de Comando de Incidentes (ICS), da Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA), dos Estados Unidos, no município de Roca Sales, onde foi possível organizar as ações dos envolvidos no desastre. ⁣

A reestruturação do sistema de gestão de crises permitiu uma coordenação mais eficaz entre as diversas agências envolvidas, garantindo uma comunicação clara e direta, essencial em situações de emergência.⁣

Com a experiência da SEDEC, testada nos desastres do estado do Rio de Janeiro, a equipe conseguiu estabelecer um eficiente gabinete de crise no município, alinhado com as melhores práticas internacionais em gestão de desastres. Além disso, foram identificadas a definição de prioridades nas atividades de restabelecimento e recuperação do municípios. ⁣

As ações implementadas em Roca Sales são um exemplo claro de como a colaboração e o planejamento estratégico podem melhorar significativamente a capacidade de uma comunidade de responder a desastres, minimizando impactos e acelerando o processo de retorno à normalidade para os cidadãos afetados.

 

Força-tarefa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro resgata cerca de 200 pessoas no Rio Grande do Sul​​

Força-tarefa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro resgata cerca de 200 pessoas no Rio Grande do Sul​

Militares também realizam resgates de cerca de 70 animais

Hoje é o 13° dia da missão do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), no Rio Grande do Sul. Até o momento, 175 pessoas foram resgatadas com vida, por terra, água e ar.  Também foi feito cerca de 70 resgates de animais que ficaram para trás após as chuvas. 

A operação conta com cerca de 70 militares e um cão farejador. Especialistas em salvamento em desastres estão atuando na busca por vítimas de soterramentos em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, enquanto guarda-vidas, mergulhadores e operadores de embarcações trabalham no resgate de vítimas das inundações que atingiram o município de Canoas. Um helicóptero da corporação também auxilia nos resgates, no transporte de tropas e equipamentos.

 O apoio à operação foi oferecido pelo governador Cláudio Castro ao governador do Rio Grande Sul, Eduardo Leite, que aceitou a ajuda logística e a expertise da corporação fluminense. – Estamos prontos para colaborar com o que for necessário para amenizar a situação difícil pela qual passam os gaúchos. Acreditamos que a experiência adquirida dos nossos bombeiros e agentes em grandes eventos de desastres como as tragédias do rompimento da barragem mineira de Brumadinho em 2019; Bahia em 2021; e de Petrópolis em 2022, podem fazer a diferença. Quero expressar minha solidariedade ao povo do Rio Grande do Sul – ressaltou o governador. Para o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro, a ajuda neste momento em que as pessoas precisam de socorro imediato é fundamental.  – Nossos bombeiros, equipamentos e materiais enviados vão ajudar a intensificar os trabalhos nas regiões atingidas pelos temporais. Primeiro vem o socorro e, depois, as ações para a volta à normalidade o mais breve possível – afirmou o comandante.

 

CBMERJ relembra Ilha do Braço Forte nos 70 anos da tragédia

CBMERJ relembra Ilha do Braço Forte nos 70 anos da tragédia

Foram feitas cerimônias no local da fatalidade e em cada grupamento de bombeiro militar 

Nesta terça-feira, como em todo 07 de maio, é dia de relembrar os verdadeiros heróis que atuaram na Tragédia da Ilha do Braço Forte, em 1954. Na época, 17 bombeiros morreram enquanto lutavam contra um grande incêndio e buscavam vítimas e sobreviventes. ⁣
 

A data da tragédia se transformou em um marco simbólico que homenageia todos os militares que perderam suas vidas lutando por outras. ⁣Este dia também faz com que os nossos bombeiros reflitam sobre suas funções e o comprometimento em suas ações. ⁣

– Há 70 anos, 17 bravos bombeiros militares, que no cumprimento do seu dever, ofereceram suas vidas. Os combatentes do Braço Forte são exemplos para a nossa corporação. – declarou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Diretoria-Geral de Ensino e Instrução presta homenagem aos bombeiros militares falecidos em serviço
 A DGEI – Diretoria-Geral de Ensino e Instrução realizadou uma solenidade em homenagem aos heróis da Ilha do Braço Forte e a todos os bombeiros militares tombados em serviço.  
 
A cerimônia contou com a presença dos efetivos dos estabelecimentos de ensino da Corporação, com participação dos sargentos músicos recém-integrados.
 
O evento marcado pela memória de uma tragédia, relembra o grave acidente que vitimou 17 bombeiros militares há setenta anos, na Ilha do Braço Forte, Baía de Guanabara. 
 
A ocorrência marcou para sempre a história do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, sendo relembrada anualmente em homenagem a todos bombeiros que perderam suas vidas no cumprimento do dever.
 
– Ocorrências com bombeiros são simbólicas, mas trabalhamos duro para que não sejamos lembrados somente por causa de tragédias.”, declarou o Diretor-Geral de Ensino e Instrução, coronel Albino.
 
Veja abaixo a lista dos 17 heróis da Ilha do Braço Forte
 
Major Gabriel da Silva Telles 
Tenente Washington de Souza Lima 
Sgt 295 Edgar de Barros Lima
CB 1077 Epitácio Costa
CB 1131 Manoel Antônio Peçanha
SD 35 Cláudio de Souza
SD 82 Amâncio da Silva
SD 92 Antônio Pereira Brasil
SD 197 Jorge dos Santos Sant’anna
SD 316 Thomaz da Silva Rufino
SD 478 Manoel Gomez da Cruz
SD 507 José Edson Vilela 
SD 643 Orlando Xavier da Costa
SD 956 Antônio Cezário 
SD 985 Mozart Nery Bacellar
SD 1032 Júlio José Martins Rosa 
SD 1067 Walter Mário Cardoso
 
Sobreviveram milagrosamente, também dignificando nossa corporação com o seu heroísmo os seguintes bombeiros: Ten. Cel Rufino Coelho Barbosa, 1º Ten. Méd. Juergueps da Assumpção Barbosa, 1º Sgt Mot 696 Djalma Mendes Pereira, CB Mot 30 Eneas João de Souza e SD 449 Juppe da Silva.

Bombeiros Militares da DGVP realizam visita técnica ao Serviço de Veteranos e Pensionistas do Exército Brasileiro​

Bombeiros Militares da DGVP realizam visita técnica ao Serviço de Veteranos e Pensionistas do Exército Brasileiro

No dia 17 de abril, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), por meio da Diretoria Geral de Veteranos e Pensionistas (DGVP), realizou uma visita técnica ao Serviço de Veteranos e Pensionistas do Exército Brasileiro. O encontro ocorreu no Comando do Leste, uma região que se destaca pela significativa população de cerca de 60.000 veteranos, enfatizando a escala das operações e a relevância da instituição.

Os bombeiros militares foram recebidos pelo Cel EB Peter, Comandante do serviço, junto ao Subcomandante e aos Chefes dos Setores Técnicos. A presença dessas lideranças proporcionou uma plataforma ideal para um intercâmbio enriquecedor de boas práticas administrativas, além de discussões aprofundadas sobre processos técnicos e estratégias de capacitação profissional.

A visita permitiu um olhar detalhado sobre as dinâmicas internas e os desafios operacionais enfrentados pelo serviço, proporcionando insights valiosos que poderão ser utilizados para aprimorar as práticas e procedimentos administrativos dentro do CBMERJ. O diálogo estabelecido foi fundamental para fortalecer os laços de cooperação e amizade, consolidando um canal aberto de debates e consultas sobre questões administrativas e técnicas que são essenciais para ambos os serviços.

Além disso, o encontro destacou a importância vital do compartilhamento de conhecimentos e experiências, elementos que contribuem decisivamente para a evolução contínua das práticas administrativas. O CBMERJ se comprometeu a manter esse fluxo de comunicação ativo, garantindo que as melhores práticas sejam não apenas compartilhadas mas efetivamente implementadas, beneficiando todos os envolvidos e melhorando o suporte oferecido aos nossos valorosos veteranos.

Este evento reforça o compromisso da DGVP em buscar constantemente a excelência no atendimento e no suporte aos nossos veteranos, assegurando que eles recebam o respeito e a dedicação que merecem.

 

Corpo de Bombeiros Militar do Rio realizou cerca de 50 salvamentos marítimos em dia de show de Madonna ​

Corpo de Bombeiros Militar do Rio realizou cerca de 50 salvamentos marítimos em dia de show de Madonna

                                                                           Corporação montou uma grande operação na Praia de Copacabana 

Neste sábado (04.05), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) atuou por terra, água e ar para garantir a segurança do público que acompanhou o show da cantora Madonna, realizado neste sábado (04.05), na Praia Copacabana. 

O Plano Tático Operacional da corporação contou com o empenho de cerca de 800 militares, incluindo guarda-vidas, especialistas em resgate em altura, em salvamento em desastres e em operações com produtos perigosos, que estiveram distribuídos em postos de observação e em pontos estratégicos da orla. 

Além disso, a operação teve o apoio de embarcações, quadriciclos, ambulâncias, motos de resgate para deslocamento rápido em meio ao público, viaturas de salvamento e caminhões-tanque, dispostos nos principais pontos de acesso ao evento.

Foram cerca de 50 salvamentos marítimos realizados pelos guarda-vidas do CBMERJ durante todo o sábado, na Praia de Copacabana. No período do show, os bombeiros atuaram em mais de 50 ocorrências, incluindo salvamento terrestre e eventos clínicos, como desmaio.

A força-tarefa do CBMERJ ainda contou com Posto Médico Militar Avançado que foi montado nas imediações do posto 6, onde duas aeronaves da corporação ficaram baseadas para atendimento a ocorrências mais graves, uma delas com suporte de vida.

A coordenação da operação foi realizada diretamente da Praia de Copacabana, o que garantiu a tomada rápida de decisões e a excelência dos serviços prestados. 

Em diversos momentos do evento, um vídeo alerta do CBMERJ sobre o perigo do banho noturno e demais cuidados foi exibido. Para proteger quem se arriscou a entrar no mar de noite, três equipes médicas de resposta rápida, com motos-aquácas, ficaram a postos para intervenção.

 

Força-tarefa do CBMERJ já resgatou mais de 40 pessoas no Rio Grande do Sul

Força-tarefa do CBMERJ já resgatou mais de 40 pessoas no Rio Grande do Sul

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) já resgatou 45 pessoas, todas com vida, até o final da manhã deste sábado (04/05), no Rio Grande do Sul. Uma força-tarefa da corporação está apoiando as ações de busca e salvamento de vítimas dos temporais que atingiram a região Sul do país, provocando alagamentos, deslizamentos e mortes.

A equipe de pronta resposta do CBMERJ chegou no Sul na madrugada de sexta-feira (03.05), a bordo do helicóptero AW169, bimotor que comporta até 10 pessoas, capaz de operar, inclusive no período noturno, por instrumentos. A aeronave está sendo empenhada nas regiões mais afetadas do Estado, no socorro a pessoas que ficaram ilhadas por enchentes ou feridas por escorregamentos de terra.

O equipamento foi fundamental no resgate de Loiva e Cleber da Rosa, que estavam há dias presos em casa, numa região completamente tomada pela cheia dos rios. Eles foram salvos com uso de um guincho elétrico, fixo à aeronave, com capacidade de carga de até 250 quilos.

-A gente passou por um sufoco, estávamos desde terça-feira sem notícias dos meus pais, sem saber como eles estavam. Mas, felizmente, tudo deu certo, graças ao Corpo de Bombeiros do Rio. Obrigada. Mesmo com o clima complicado, tiveram coragem. São heróis – disse Cleber da Rosa.

O helicóptero do Corpo de Bombeiros do Rio também foi o primeiro a prestar socorro aos vitimados na Serra Gaúcha. Vinte nove pessoas foram resgatadas pelos militares, na região de Bento Gonçalves, após deslizamentos de terra que fecharam a ponte sobre o Rio das Antas e provocaram pelo menos cinco mortes.

 

Apoio está sendo fundamental no socorro às vítimas

O apoio foi oferecido pelo governador Cláudio Castro ao governador do Rio Grande Sul, Eduardo Leite, que aceitou a ajuda logística e a experiência da corporação fluminense.

-As imagens da tragédia que vemos são muito impactantes. E é nossa missão ajudar nesse momento difícil, porque já passamos isso aqui no nosso Estado, na Região Serrana, e sabemos o quanto é importante a colaboração de equipes com capacitação e expertise em desastres naturais – enfatizou o governador.

Para o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro, o auxílio de outras instituições representa muito.

-As corporações nacionais se ajudam quando acontecem eventos desta magnitude e a resposta rápida faz a diferença na vida de muitas famílias. Por isso, enviamos bombeiros capacitados e equipamentos de ponta para os cenários devastadores com que estamos lidando – reforçou o comandante.

 

Pular para o conteúdo